12 de março de 2013

O CORAÇÃO DA MORTE


Lembro-me de uma jovem Sul-Africana que após a libertação tornou-se obreira e como serva de Deus rejeitou seu ex-marido mulherengo e mau-caráter.
Mas, aconselhada por outras tantas obreiras, perdoou seu marido e o aceitou de volta. Pouco tempo depois descobriu que estava infectada com o vírus da Aids. Três meses depois morreu. Seu marido não se converteu e ainda continua disseminando o vírus da morte.
Quem a matou? O vírus HIV, o marido ou a fé emotiva das demais obreiras?
O Espírito Santo adverte:

"…a inclinação da carne dá para a morte, mas a do Espírito, para a vida e paz." ( Romanos 8.6 )

A Palavra de Deus é gloriosa. Suas informações práticas, não apenas conduzem à vida eterna, mas como também dá dicas dos males subliminares desse mundo.
É o caso dos sentimentos da alma. Quantas pessoas vivem num inferno sem fim por causa de um casamento errado? Mas qual o motivo da má escolha? O sentimento enganoso do coração.
E não é só nessa questão, não! Em tudo o que diz respeito às paixões do coração. Seja nas artes, nos esportes, nas sociedades limitadas, nas amizades, enfim, quaisquer que sejam os envolvimentos com terceiros na base da emoção, sempre acaba em destruição e, muitas vezes até mortes.
Enquanto a “carne”, biblicamente falando, trata dos sentimentos, paixões e emoções do coração, o Espírito trata da sabedoria de Deus.

Blog do Bispo Macedo

4 comentários:

  1. eu não fui obediente me casei mal sofri 12 anos de traições agreçoes isso aflingiu minha vida espiritual vive um verdadeiro inferno com tralmas na alma me separei graças a deus e muitas pessoas me falam preu voltar que isso e um mal ,mais não e isso foi um livramento e não vou trocar minha salvação aminha vida com deus igual essa obreira muito forte e muito importante essas mensagens ....

    ResponderExcluir
  2. Por isso temos que está sensível a voz de Deus e ter certeza do que queremos para ir de acordo com a nossa fé e não das demais pessoas.

    ResponderExcluir
  3. Sou casada a 26 anos tenho dois filhos ja adultos um com 18 e 24 pois casei-me muito nova com 13 anos o problema que enfrento é que meu esposo é muito grosso não modera as palavras para falar não interessando quem esteja na frente ele desabafa a raiva dele e o resto é que se dane meu pai ensinou que casamento é para a vida toda, por causa do comportamento dele meus filhos não querem casar por causa das agressões de palavras que sofrem e que ele me faz sofrer e se um dia ele vier a falecer nunca mais quero outro na minha vida porque ja sofri de mais vou viver a minha vida para Deus fazendo a obra mas casar nunca mais porque ja pesquisei muitos casamentos e nenhum tem me provado que os homens são diferente,

    ResponderExcluir
  4. Iasmin Rocha (Boa Vista-RR)13 de março de 2013 13:37

    E verdade bp não podemos dar ouvido a voz do coração,pois sabemos que ele desesperadamente corrupto,temos que ser sensivel a voz de Deus ..a voz da razão..a voz da fé racional e inteligente..!!!! na fé

    ResponderExcluir

ShareThis