13 de junho de 2013

SACRIFÍCIO VIVO

“Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.” Romanos 12.1

Agora podemos entender por que vemos obreiros que fisicamente são ativos, incansáveis no trabalho da Obra de Deus, evangelizando, atendendo as pessoas e até expulsando demônios durante muitos anos na igreja, e quando menos esperamos acontece um esfriamento, uma queda que parece ser repentina e, por fim, o afastamento. A grande razão é que essas pessoas não apresentaram seus respectivos corpos por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus.
O SACRIFÍCIO VIVO quer dizer, entre outros significados:
Privações a que alguém se sujeita em benefício de outrem. Quando nos privamos dos costumes e atitudes do pecado, seja quais forem, estamos imolando (matando) os desejos ardentes da nossa carne. Assim ficamos amortecidos para este mundo e vivos no altar, em perfeita comunhão com Deus.
SANTO significa separado. Lembra o que está escrito?
"Pois qual é maior: a oferta ou o altar que santifica a oferta?" Mateus 23.19
Quando apresentamos nosso corpo como sacrifício vivo no altar, Deus nos separa deste mundo, de seus sofrimentos e, futuramente, do inferno, se perseverarmos até o fim, pois Ele nos quer junto dEle para toda a eternidade, graças a Deus!
AGRADÁVEL significa deleitoso, saboroso. Quando apresentamos nosso corpo como sacrifício vivo, ou seja, cada vez que resistimos à prostituição, ao adultério, à mentira, ao roubo e todos os demais tipos de pecados, Deus aspira nossa atitude como um saboroso aroma. Ele sente prazer de nos ter como filhos, como oferta viva em Seu altar. Lembra o que Ele falou a respeito do Senhor Jesus?
“E eis uma voz dos céus, que dizia: Este é o Meu Filho amado, em quem Me comprazo.” Mateus 3.17
Façamos uma introspecção (análise interna): a quem de nós Deus pode falar da mesma forma, hein, obreiros?
PENSEM!
Bispo Sergio Correa

7 comentários:

  1. Hola Obispo:
    Es verdad Sr Obispo cuando uno presenta su vida como sacrificio de Dios en su altar nos tornamos totalmente Fiel a el haciendo todo lo que desagrada a Dios y cumpliendo lo que esta escrito en su palabra. Pero una cosa es muy cierta Dios no nos dejara que seamos tentados más de lo que podemos resistir (1 Cor 10:13) es ahí donde esta la importancia de nosotros vigilar para no enfriarnos y caer en la tentación y perder nuestra salvación.

    LUCIANA AMODEY - BS AS - ARGENTINA

    ResponderExcluir
  2. Iasmin Rocha -Boa vista -RR13 de junho de 2013 13:10

    Boa tarde BP,sabemos que todos os dias temos que analisar se a oferta de sacrificio que temos oferecido a Deus no altar tem sido boa e agradável.Quando somos sacrificio vivo e agradável a Deus não temos dificuldade de entender e aceitar sua vontade nos colocando sempre a sua inteira disposição não nos importando com nos mesmo,mas a beneficio de outrem.

    ResponderExcluir
  3. Ana Jara -Brasília -DF

    Ola bispo,boa noite.
    Com toda a certeza todos os dias devemos avaliar como esta a nossa comunhão com Deus, se a nossa vida esta sendo o perfeito sacrificio diante dEle.Caso contrario, devemos buscar dia apos dia ser essa oferta perfeita e agradavel diante dEle!

    ResponderExcluir
  4. Boa noite!É VERDADE Bispo
    Quando apresentamos nosso corpo como sacrifício vivo no altar, Deus nos separa deste mundo, de seus sofrimentos e, futuramente, do inferno, se perseverarmos até o fim, venceremos essa guerra e teremos a vida eterna para desfrutarmos junto ao Senhor Jesus!!

    ResponderExcluir
  5. Muito forte bispo, é bem verdade que somos nós que dependemos de Deus e não o contrario, sendo que a palavra de Deus, frisa muito bem dizendo que é a o altar que santifica a pessoa e não a pessoa que santifica o altar, é claro que Deus é quem tem essa autoridade de nos santificar, mais tudo depende da vida que nós quisermos apresentar ao seu altar. Se for uma vida de santificação é obvio que Ele estará sempre disposto para nos alertar de alguma atitude contrária a sua palavra, do contrario Ele vê falta de interesse da pessoa e não tem como fazer nada. Todo o cuidado é pouco, por isso vamos andar em santidade, desviando-se do mal, para cumprirmos as escrituras sagradas que diz: " Quão bom e suave é que os irmãos vivem em comunhão e santidade com Deus."

    ResponderExcluir
  6. Muito forte Bp Sergio ja tive o desprazer de mesmo dentro da igreja e na obra fica longe do altar. Ai eu vi o quer era dor e sofrimento vazio de Deus de Sua presença. Mas graças a Ele o seu amor e misericórdia e perdão me joguei no altar, de corpo alma e espirito e Ele me renovou, me amou e me deu vida, uma nova vida.

    ResponderExcluir
  7. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir

ShareThis