4 de junho de 2013

DEUS DO ÓDIO

“Quem é de Deus ouve as palavras de Deus…” João 8.47  Mas quem prega ou ensina a mesma Palavra, obrigatoriamente, tem de ser o primeiro a praticá-la.

Nesta mensagem o Senhor Jesus separa o joio do trigo, definindo bem quem é dEle e quem não é. Faz assim para alertar os verdadeiros servos.
Quando se nasce de Deus, a maior e mais evidente característica é a mudança de caráter. Por mais genioso, mentiroso ou dissimulado, logo após o novo nascimento, a pessoa é transformada como da água para o vinho.
Sou testemunha viva disso. Lembro bem do meu gênio ruim. Perdão não fazia parte da minha vida. Fiquei 2 anos sem falar com minha irmã. Era extremamente genioso e temperamental. Mas, logo após o nascimento do Espírito, tornei-me como criança. Tudo mudou em mim. Surpreendi a mim e aos meus familiares ao ponto de me tornar estranho em casa. Meus pensamentos e objetivos mudaram, consequentemente, as atitudes também. Todos notaram a enorme diferença no meu comportamento e maneira de falar.
Às vezes, por conta dos problemas causados por uns maus caracteres, ficamos irados. Mas, logo passa. E, quando a ira insiste em ficar, oro por eles e logo a paz interior volta a reinar. É uma maravilha conviver com a consciência em paz.
Tenho acompanhado a devassa que o espírito do ódio, confusão e engano tem feito na seara do meu Deus. Sei o quanto há risco de morte enquanto o Senhor Jesus não é formado no interior dos noviços na fé. O diabo também sabe. Por isso, seu ódio cresce e se espalha. Sinto a alma agonizante. Mas, fazer o quê? Obrigar os incautos a ficar, não posso. Espero, pela fé, que um dia a “ficha caia”, se arrependam e voltem ao primeiro amor.
Compreendo muito bem as palavras de Paulo, quando disse: “…de novo, sofro as dores de parto, até ser Cristo formado em vós” Gálatas 4.19
A ganância de sucesso a qualquer preço instiga a falta de temor e respeito à Obra de Deus. E o pior: promoção da rebeldia. Infelizmente, tal problema sempre esteve presente na história da construção do Reino de Deus nos corações. Sugiro, então, a meditação no texto a seguir, como forma de alerta.
“Quem é de Deus ouve as palavras de Deus; por isso, não Me dais ouvidos, porque não sois de Deus.” João 8.47
Ou seja, quem rejeita as palavras de Jesus, não é de Deus.
Blog Bispo Macedo

14 comentários:

  1. é verdade Bispo, quando uma pessoa não nasce de Deus é difícil de aceitar as coisas que vem de Deus. E não há o que fazer mesmo, só nascendo de Deus pra compreender as coisas celestiais.

    ResponderExcluir
  2. Quem nasce de DEUS tem nova vida,as coisas antigas se passaram eis que tudo se fez novo,a mente muda,as intenções também,quem é de DEUS ouve sua voz e pratica sua palavra.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia!
    O verdadeiro nascido de Deus ouvi a voz do seu sr,mas quem n e dificil ouvir a voz de Jesus,e aceitar sua voz mesmo que n seja do agrado,mas o nascido de Deus compreende a voz do Sr Jesus e a ouvi e coloca em pratica.

    ResponderExcluir
  4. É verdade Bispo, a pessoa que nasceu de Deus e tem o Espírito Santo, não fica com ódio ou mágoa de ninguém, ainda que venha se entristecer no primeiro momento, mas depois logo perdoamos e esquecemos. Pois este é um dos dons de Deus, perdoar. Aonde habita o Espírito de Deus, não habita o ódio e nem a mágoa.

    ResponderExcluir
  5. Es verdad,cuando uno tiene un encuentro con Dios,uno oye su voz y todo nuestro ser cambia,si hay un odio,de años(como el que yo tenia con mi hermana,y fue quitado al escuchar la voz de Dios)Dios da amor en toda la familia aunque haya desacuerdo en algo,Dios pone los medios para quitar eso,y hay unión en la familia.

    ResponderExcluir
  6. Nascer do Espirito é uma condição que aqueles que querem servir o SENHOR JESUS e ser util em suas mãos tem que ter pois as lutas diarias vem,e outra a peneira tambem vira e aquele que não for de fato nascido de Deus será lancado fora.Como isso é tao importante para a nossa vida mas muitas pessoas não levam a serio,e uma coisa muito importante é que quem nao nasceu de DEUS nao pode ser Dele,e se não pode ser dele, tao somente tem o Espirito Dele.

    Na fé letícia Araujo

    ResponderExcluir
  7. Elen Muniz - São Gonçalo - RJ4 de junho de 2013 23:02

    Agradar a Deus é negarmos a nossa própria vontade. Que vontades são essas: revidarmos a palavra lançada, sumir com a pessoa da face da terra, entristecer-se, magoar-se, chatear-se,... Porém, em contra partida, está escrito: "Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo." 1 João 5.4 Ou seja, as nossas vontades são vencidas, nossa carne controlada e o Espírito se torna mais fortalecido. Passamos a amar até mesmo quem quer o nosso mal. Só quem é nascido de Deus consegue contrariar o mundo e viver para agradar a Deus.

    ResponderExcluir
  8. Quando realmente a pessoa nasceu de Deus, logo vai começar a ver transformações em sua vida, se bem que as transformações que acontecem não são de uma hora para outra, mas muda no seu devido tempo, e a mudança que acontece com as pessoas que receberam o Espírito Santo são tão transmissíveis que os primeiros a ver esta mudança são seus familiares, mas temos que estar sempre alertas com respeito ao espirito enganador, pois ele faz a pessoa apessoa acreditar que é verdadeiramente nascida de Deus, mas muita das vezes não é. Por isso temos que vigiar tudo.

    ResponderExcluir
  9. Daniele de Mello7 de junho de 2013 13:59

    Inúmeras vezes o Bispo Macedo já falou que não dá para saber quem realmente é de Deus dentro da igreja e nem na obra, mas que uma coisa é certa, nem todos são e que quem não é não irá permanecer.

    O que eu acho é o seguinte, não tem como a pessoa enganar ao Deus Único que tudo conhece e nem ao diabo, o que muitos tentam fazer é enganar a si mesmos e eu digo tentar porque Deus não nos deixa ser enganados, nós temos uma coisa chamada consciência e ela logo avisa quando algo na vida espiritual está errado. Então porque não ser sinceros em confessar a Deus os erros e pedir perdão? Porque tentar ser um joio no meio do trigo ao invés de transformar-se num trigo? Seria por orgulho de ter mostrar quem realmente é ou por saber que fazer a vontade de Deus exige sacrifícios e muitos querem fazer da sua maneira e aparentar que fazem o certo?

    De toda forma uma coisa é certa: Com Deus não se brinca e nem com a salvação! Um dia todos nós estaremos diante do trono e livros serão abertos, tudo está sendo registrado lá, cada momento da nossa vida, esse exato momento em que eu estou escrevendo esse comentário e o momento que você está lendo esta postagem também. No dia do juízo final, todas as mentiras serão transformadas em verdades, nada será oculto e tudo será cobrado. Ali ficarão claro os que realmente são de Deus e os que fingiram ser e toda mentira não terá valido a pena.


    Daniele de Mello – IURD de Guapimirim

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

ShareThis