12 de maio de 2013

PACTO COM DEUS


A vida, em toda a sua plenitude, só depende de parceria com Deus. Assim foi com Abraão. O Senhor o chamou e lhe deu uma ordem adicionada com sete promessas. Claro, ele não teve a visão do projeto Divino para sua vida no futuro. Mas acreditou e creu na Palavra. Sua obediência provou isto. A partir de então, ficou estabelecida a parceria com Deus.

Essa química de fé no relacionamento com o Criador é modelo para ser seguido por quem almeja uma vida de qualidade.
Muitos cristãos têm estado aptos a cobrar as promessas sem, no entanto, corresponder com a sua parte. Que sociedade sobrevive sem a participação efetiva dos sócios? Que casamento permanece sem o sacrifício dos dois?
Deus enviou Sua Palavra. Sua Palavra é Seu Espírito e retrata Sua honra e, sobretudo, Sua Divindade. Quem nela crê, isto é, sacrifica na sua obediência, estará cumprindo sua parte no acordo. Como resultado tem de haver retorno da parte de Deus.
Blog Bispo Macedo

3 comentários:

  1. Nós precisamos ouvir a voz de Deus por ver com os olhos não vemos mas, temos que crer assim como Abraão quem vive da palavra de Deus é isso crer no que não ver e o restos é com Deus.

    ResponderExcluir
  2. Daniele de Mello5 de junho de 2013 01:03

    Todo tipo de aliança conta com a renúncia de ambas as partes. Num casamento, conjugues tem que sacrificar a vida de solteiro, as responsabilidades com as quais tem que arcar é sacrificante e sem estar disposto a abster-se de certas vontades, fatalmente será um relacionamento fadado ao fracasso.

    No que diz respeito ao relacionamento com Deus também é da mesma forma e quando vemos na bíblia o Senhor Jesus dizer: "Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me.” Lucas 9.23. Ele estava mostrando três níveis de sacrifício que temos de estar dispostos a fazer.

    Se só o esposo ou só a esposa amar e a outra parte não der valor ao sacrifício do outro, ou o divórcio será a única alternativa ou o único que ama, sofrerá por amar sozinho e não ser correspondido.

    Grandes heróis da fé são reconhecidos por seus feitos e tiveram seus nomes lembrados na palavra de Deus, justamente porque estiveram dispostos a sacrificarem. Sacrificaram suas vidas, seus sonhos, suas famílias e seus futuros.

    Ser verdadeiramente de Deus, num mundo que a maldade do mal impera, já é um sacrifício, só que se Deus sacrificou o seu filho Jesus e o Senhor Jesus sacrificou a vida d’Ele por amor a uma raça humana que não merecia tamanha prova de amor, nada mais justo do que agora Ele requerer o sacrifício daqueles que dizem amá-Lo. Concorda?


    Daniele de Mello – IURD de Guapimirim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bacana. Parabéns Daniele pela colocação, ajudou bastante. Deus abençoe.

      Excluir

ShareThis